quarta-feira, 4 de março de 2009

Eu pago o estádio...


Aprígio Santos, o presidente da Naval 1º de Maio, falou hoje das dívidas dos clubes e da realidade face à actual crise ecónomica que o país atravessa. No entanto, o líder navalista reiterou a vontade "de construir um novo estádio e fazer a SAD" para o clube da Figueira da Foz, a militar no principal escalão do futebol nacional.

Então é assim, Sr. presidente, eu enquanto figueirense e enquanto simpatizante da Naval também quero um estádio novo para o clube da minha terra. E mais, faço aqui publicamente uma promessa.

Se eu ganhar os 100 milhões de euros em prémio, esta semaana, no Euromilhões eu pago a construção do novo estádio (SÓ DO ESTÁDIO. A HABITAÇÃO AO LADO E OUTROS PROJECTOS COMERCIAIS NÃO).

Condições: Que o recinto receba o meu nome e seja condecorado sócio honorário da Naval para sempre :) Ah, e quero também o Emblema de Ouro e Diamantes da Naval 1º de Maio.

Hihihihihihihih
Prometi está prometido!

35 comentários:

Anónimo disse...

É assim mesmo amigo Dâmaso
VIVA A NAVAL

Anónimo disse...

Esta merecia ser notícia de jornal um adepto que se prontifica a pagar um estádio novo ao clube da sua terra

JP disse...

Ó Dâmaso e no domingo vais torcer por quem?
Pelo Benfica do teu coração ou pelo clube a quem prometes pagar a construção do estádio?

João disse...

Tu só podes ser louco mesmo
lol

Anónimo disse...

alguém sabe quanto custa o novo estádio do Naval

Anónimo disse...

Só para não seres parvo adorava que ganhasses e fosses o único totalista. Bjs

Joana

Anónimo disse...

és socio da naval ao menos?


Espero bem que tenhas as quotas em dia, era uma vergonha para um adepto tao ferrenho como tu....

:D

Anónimo disse...

Pior é ganhar... Ai um novo estadio da Naval era mesmo fantastico

Anónimo disse...

triste enfim... so da p dizer isto... amigo c tantas pessoas a passar problemas e tu caso ganhes, gastas num estadio,... triste... enfim

Rodolfo Silva disse...

Que grande adepto...lollololol coff coff... com 100 milhoes ate eu construia um estádio para o clube da minha terra. Sim, porque nao ha coisas muito mais importantes do que construir estadios para ficarem às moscas...Dinheiro muito bem gasto. Isso nao ha duvida. Enfim, é o pais que temos

Anónimo disse...

O Damaso se não me sair a mim os 100 milhões pelo menos que te saiam a ti é o mal que te desejo.

"onavalista" disse...

Esta tá demais granda Dâmaso, és mesmo maluco, abraço

Anónimo disse...

e já tens direito a publicidade na imprensa e tudo. viste o Mais futebol?

Anónimo disse...

http://www.maisfutebol.iol.pt/noticia.php?id=1047203&div_id=1676

Anónimo disse...

Diz-se que a surpresa do PS para as autárquicas é o boy do Aprígio. Será mesmo?

Anónimo disse...

Não é mal visto, nao senhor...
Eu proprio tb pagaria o estádio, afinal de contas, sem os outros projectos à volta, com 7 ou 8 milhoes faz-se a festa.
Mas a minha condiçao é outra, pois nao quero nome no estádio, nem emblemas de diamantes. Era que o sr. Aprigio saisse. Afinal de contas, essa seria a unica maneira de a Naval voltar a ter adeptos, nao acham?

LPF

Anónimo disse...

Aprígio a presidente sempre
O homem anda com o clube às costas e merece fazer o estádio e a área comercial
Viva a Naval, viva o Aprígio

Jorge Miguel disse...

A atitude do Paulo é louvável mas os tais milhões não seriam mais bem aplicados em acções de solidariedade? Em causas mais nobres do que negócios futebolísticos com meia dúzia de homens aos pontapés à bola?
A Figueira precisa de outras valias que não um estádio de futebol.
Tenho dito,

Anónimo disse...

Xiiiiiii pirastes de vez caro Paulo. Só tu e a tua maluqueira para uma promessa destas. Ainda vais a vice do aprígio

Anónimo disse...

Sr. Dâmaso
Estou sem emprego desde Outubro. Tenho casa, mulher e dois filhos para sustentar.
As prestações da casa e do carro começa a ser insustentáveis
Se lhe sair o euromilhões, o que desejo que aconteça, dá-me uma ajuda? O meu bem-haja

Tiago

Nland disse...

sim senhor eu tambem se ganhar prometo levar po Braga o carlos vela, o bojan e o balotelli emprestado, e pronto perco a cabeça e compro o miguel veloso. e por fim ponho 1a cobertura no estádio e tambem 1 ar condicionado, é k na pedreira faz 1 pouco de frio... tambem prometo... e se o eduardo quiser sair vou buscar o akinfeev

frederico disse...

a verdade é que eu era capaz de superar esta premissa , fazendo não só o estadio como um centro de estágio e rendimento , tomando de imediato a presidência do clube , e em pondo como objectivo de nos proximos 5 anos , ter o titulo nacional e disputar taco a taco com as grandes equipas europeias a liga dos campeões

acordo e lembro-me que não jogo no euromilhões

Zé Diogo (mas não Quintela) disse...

Este homem está doido!!!
Ouve lá o que te deram a beber no Bergantim???
Um estádio para a Naval???
lol

Anónimo disse...

Se queres dar um estádio aos homens dá!
Mas olha que eu vou estar atento
se te sair o euromilhões e tu não cumprires o melhor é fugires para longe.

Um adepto de futebol disse...

um estádio novo para quê??

para servir aos vossos 500 adeptos?? LOL

Anónimo disse...

Pelo menos conseguiste publicidade ao blog.

Anónimo disse...

O Dâmaso é o maior da cantareira
pagava o estádio ainda ficava com uma pipa de massa nada mal
tudo de bom

Zé disse...

500 adeptos??? Este comentador deve ser tan-tan
são poucas as pessoas que vão ao estádio porque a relação preço bilhete/condições do estádio são miseraveis
A naval com uma nova infra-estrutura desportiva/estádio captava mais adeptos.
força Dâmaso nunca desejei nada de bom mas agora ganha o euromilhoes por nós

Anónimo disse...

http://www.record.pt/noticia.aspx?id=495805c3-d8e0-4de3-9036-5b79a2327cd7&idCanal=00000038-0000-0000-0000-000000000038

Anónimo disse...

ERA MESMO MUITO BEM FEITO QUE O PRÉMIO TE SAI-SE

Anónimo disse...

A ideia do sr dâmaso quanto mais não seja relança o debate sobre a construção do futuro estádio da Naval.
Eu, figueirense, concordo com a construção do dito equipamento por vários motivos:
1- o actual estádio municipal não tem condições para os adeptos que pretendam ver um jogo do seu clube
2- quem vai para o frio e chuva a pagar preços por vezes exorbitantes?
3- a cidade e a Naval merecem ter melhor condições desportivas dignas de uma cidade turistica como a nossa e de um clube na primeira liga
4- quanto á área comercial que o senhor aprígio tanto almeja não tenho nada contra. rentabilizaria o investimento feito no estadio e criaria mais postos de empregos numa altura de crise como a que atravessamos
5- mais lojas significa mais oferta para o consumidor logo, e por lógica, preços mais baixos e competitivos. o consumidor fica a ganhar
6- que lojas apeteciveis aos comsumidores tem a Figueira da Foz? zero. tirando uma ou duas no jumbo.

por este e mais alguns motivos a figueira só tem a ganhar caso a Naval tenha um novo estádio.

A académica rentabilizou o seu estádio com área comercial, o F.C. Porto no dragão fez o mesmo. e não veio daí mal ao mundo

Anónimo disse...

Já agora podias emprestar também umas coroas ao "teu" presidente




05 Março 2009 - 00h30

Inquérito: Ex-gestor do banco na zona centro diz desconhecer a situação
BPN deu crédito a Aprígio Santos
A deputada socialista Leonor Coutinho revelou ontem na Comissão de Inquérito Parlamentar ao caso BPN que Aprígio Santos, presidente da Naval, tem operações de crédito incobráveis cedidas pelo BPN no valor de 8,5 milhões de euros. Confrontado com estas afirmações, Teófilo Carreira, antigo director comercial com responsabilidades na Região Centro do País e ex-administrador do BPN, admitiu conhecer Aprígio Santos, mas sublinhou que não tinha ideia de que fosse um cliente incobrável. "Tinha-o como um empresário de algum sucesso no ramo imobiliário", afirmou.




Leonor Coutinho confrontou também o ex-administrador com a cedência de um crédito a José Serpa, que "valorizou um terreno em dez milhões" e que originou "um prejuízo de 2,5 milhões de euros na revenda desse mesmo terreno a Aprígio Santos." Teófilo Carreira garantiu que não tinha conhecimento dos alegados créditos incobráveis.

O ex-gestor do BPN revelou ainda, após ser questionado por Nuno Melo, ter ordenado a suspensão das chamadas contas-investimento, que originaram um prejuízo de cerca de dez milhões de euros.

O deputado do CDS-PP confrontou o ex-gestor do BPN com uma offshore chamada ‘Jared’, parqueada no Banco Insular, que serviria de fundo para financiar a remuneração das contas de investimento. Teófilo Carreira garante que "não sabia onde iam buscar o dinheiro nem como pagavam essa taxa de juro aos clientes."

FUNDO FECHADO COMPRA TERRENOS DO IPO EM OEIRAS

Teófilo Carreira, ex-administrador do BPN, admitiu ontem na Comissão de Inquérito ao BPN que Oliveira e Costa o abordou para que fosse apresentada uma proposta de criação de um fundo fechado para a compra de terrenos em Oeiras, onde seria instalado o Instituto Português de Oncologia (IPO).

O ex-gestor diz que desaconselhou a Oliveira e Costa a operação e admitiu que a mesma foi autorizada mais tarde através do private bank. "As operações de private não eram discutidas nem aprovadas no conselho de administração. Essa operação chamou-se ‘Operação Homeland’." António Franco, ex-gestor do BPN, já disse que foi este caso que motivou a sua demissão.

PORMENORES

ASSINATURA DE CONTAS

O antigo administrador para a área comercial do BPN Teófilo Cádima Carreira afirmou ontem que em Junho de 2008 se recusou a assinar as contas consolidadas porque não relevavam 400 milhões de euros no BPN Cayman e BPN IFI.

ASSUNTO ENCERRADO

O Banco Insular (BI) é um assunto encerrado para as autoridades bancárias cabo-verdianas, disse ontem o governador do Banco de Cabo Verde (BCV).

RENTABILIDADE

As contas-investimento no BPN tinham uma rentabilidade garantida, segundo refere um documento interno da Sociedade Lusa de Valores (SLN). Essas contas tinham uma remuneração superior à rentabilidade real obtida com a aplicação financeira do dinheiro desses clientes. Em 2008, a taxa de juro foi de sete por cento.


http://www.correiomanha.pt/noticia.aspx?channelid=00000090-0000-0000-0000-000000000090&contentid=50AE17CE-990E-4E6F-B5AA-C6E188B9FB87

Anónimo disse...

E eu pensava que eras contra o estádio!!!Afinal de quem é a culpa de não se fazer? Será só do dinheiro? Ou.....

Anónimo disse...

há muitos interesses e forças obscuras por de trás desta estória do estádio da naval. Muita coisa por contar.

frederico disse...

" 6- que lojas apeteciveis aos comsumidores tem a Figueira da Foz? zero. tirando uma ou duas no jumbo. "

eu até podia dizer uma quantidade interessante de lojas , mas seria irrelevante, pois quem fez este comentário certamente gosta de deixar o carro "dentro da loja" , e prefere o ar rarefeito do ar condicionado , ao ar fresco da rua.

a revitalização do comércio nas cidades passa não por uma concentração , mas por distribuição pela cidade.