sexta-feira, 20 de março de 2009

Morangos com Açucar

18:00. Mais um episódio da série juvenil «Morangos com Açucar - Geração Rebelde», na TVI. No episódio de hoje vários jovens estavam a beber. Elas cerveja de garrafa, eles finos, eles e elas shots. Pedem imperiais... Incentivam-se uns aos outros a beber... Um dos jovens, "António", fica bêbado e acaba a dormir numa paragem de autocarro até a manhã seguinte, faltando, obviamente, às aulas.

Tendo em conta que a série dá no horário da tarde, é para "maiores de 10 anos", atinge um público-alvo sobretudo adolescente, será correcto dar toda essa publicidade e incentivo ao consumo de álcool?

Sabendo os perigos a que os nossos adolescentes estão (já por si) expostos e a (falta) de consciência da maioria dos nossos jovens, como devemos encarar tal degradação televisiva?

Nunca achei graça a tal série - acho mesmo uma atrocidade televisiva - mas o que hoje vi deixou-me perplexo... Acho que não devemos esconder a realidade aos jovens mas não devemos incentivar a transformar a ficção em realidade... Para mau já basta a realidade actual...

3 comentários:

Vitor Costa disse...

Para a Autoridade da Comunicação Social é mais fácil retirar um anúncio de publicidade na TV do que acabar com esta novela que só está a degradar a nossa Juventude.
Isto os politicos não veem ou não querem ver.

Anónimo disse...

É a porcaria de tv que temos. Já não basta a desgraça diária com que são confrontados ainda tem a tv a ajudar

Anónimo disse...

A Autoridade da Comunicação Social, já agora podia-se preocupar co o tipo de notícias e a forma como são apresentadas nos noticiários. Já estamos a entrar no estilo americano onde, caso não haja morte, sangue ou tiroteio, a equipa de reportagem nem sequer se desloca ao local.
No outro dia ouvi uma notícia de um jovem de 16 anos, pianista, premiado pelo seu trabalho, reconhecido internacionalmente (importantíssimo!!!), altamente promissor... Fiquei admiradíssima!!! Isto sim é notícia!!!
Se mais casos do género fossem divulgados estariam a promover boa conduta, atitudes positivas e a incentivar a um futuro melhor.